Este garotinho de 2 anos pode dizer que o leite salvou sua vida

Por Tyler Ribeiro, na Hoard's Dairyman

Clayton-Van-Hooser_hoardsdairyman.jpg (391 KB)

Conheça o Clayton. Ele é um garoto saudável, indisciplinado e de olhos brilhantes, com um sorriso que pode derreter o mais frio dos corações.

Se você visse Clayton pessoalmente, nunca imaginaria que ele não come comida. Isso ocorre porque Clayton tem um distúrbio de processamento sensorial. Sua condição rara é conhecida como o Transtorno Alimentar Restritivo Evitativo (ARFID, na sigla em inglês). Então, como pode uma criança que não come ser tão feliz e saudável? A resposta é: leite – e MUITO leite!

Aos 6 meses de idade, os pais de Clayton tentaram alimentá-lo com alimentos sólidos, mas foram surpreendidos. O bebê "perdeu a cabeça", nas palavras da mãe, Josie: "Ele agia como se o estivéssemos machucando!". Nos quatro dias seguintes Clayton lutou com seus pais, nunca deixando a comida chegar à boca. Ele tinha uma fobia de comida.

Nos seis meses seguintes, Clayton e seus pais se esforçaram para encontrar uma solução para seu dilema, sem saber ainda que o pequeno tinha ARFID. Clayton passou por profissionais médicos de muitas práticas e especialidades diferentes, mas nenhum deles sabia por que esse garotinho não queria comer. Seis meses se passaram e ainda não havia respostas. Sua mãe, desesperada por informações, procurou no Facebook, onde encontrou um grupo dedicado a pais e filhos que estavam passando pelas mesmas dificuldades.

Após algumas pesquisas e a consulta com um novo especialista, Clayton foi diagnosticado com ARFID. Em crianças pequenas, a ARFID pode causar limitações de crescimento, incluindo altura e peso. Em alguns casos, as crianças têm alimentos que consideram "seguros", que comem regularmente, mas Clayton não é uma dessas crianças. Ele não tem alimentos seguros e não vai comer nada que remotamente se assemelhe a uma refeição.

No entanto, Clayton adora leite integral.

Quando ele tinha um 1 de idade, seus pais começaram a alimentá-lo com leite integral, tirando-o da fórmula e ao mesmo tempo tentando inserir os alimentos sólidos em sua dieta. Os alimentos sólidos não entraram, mas o que o garotinho não recebia em alimentos sólidos, garantiu em seu consumo de leite.

Clayton está atualmente com 2 anos e meio de idade e é saudável para todos os padrões. Ele ainda não come alimentos sólidos, mas está fazendo progresso, agora conseguindo tocá-los e, às vezes, até brincar com certos alimentos. Como a dieta do garotinho consiste principalmente em leite, os pais dele estão frequentemente na mercearia. "Clayton está bebendo mais de 2 litros por dia", disse sua mãe.

O menino faz check-ups regulares e exames de sangue, que estão perfeitos e sem preocupações. Ele está no 90º percentil de altura, 70º no peso, e de acordo com o dentista, tem dentes incríveis. Clayton é um garotinho saudável, feliz e cheio de energia.

Eu sabia que o leite continha nove nutrientes essenciais, mas não fazia ideia de como eles são essenciais. Clayton sobreviveu de nada além de leite de vaca pelos últimos 18 meses. Se isso não é um testemunho da incrível natureza do leite, nada é.