Escolas portuguesas vão ter mais leite no próximo ano letivo

shutterstock_152942429.jpg (618 KB)

A iniciativa da União Europeia pretende promover hábitos alimentares saudáveis entre as crianças, através de ajudas monetárias aos Estados-membros. Com o novo regime, em vigor já a partir do próximo ano letivo, Bruxelas pretende enfatizar a importância de uma boa nutrição, com programas educativos específicos.

A nova medida entra em vigor a partir de terça-feira, 1 de agosto, na sequência da aprovação do novo regime escolar de distribuição de fruta, leite e verduras, ratificada esta segunda-feira no Parlamento Europeu.

No total, serão disponibilizados 250 milhões de euros para a distribuição destes alimentos nas escolas a nível europeu.

Deste financiamento, cerca de 150 milhões serão atribuídos para fruta e verduras e 100 milhões para leite.

Só Portugal irá receber cerca de 5,5 milhões de euros provenientes da União Europeia para aumentar o número de frutas, verduras e leite nas escolas portuguesas.

Desse valor, 3,3 milhões serão direcionados à distribuição de frutas e verduras e 2,2 milhões serão utilizados na distribuição de leite.

De acordo com o comunicado da Representação da Comissão Europeia em Portugal, os Estados-Membros são convidados a obter “produtos locais ou regionais, produtos biológicos, circuitos de abastecimento curtos, benefícios ambientais e regimes agrícolas de qualidade”.

Apesar de a participação neste programa ser opcional, os 28 Estados-membros já manifestaram interesse em integrar esta iniciativa.

 

Fonte:

Republicação do artigo da RTP publicado em 31 Jul, 2017

Link: https://www.rtp.pt/noticias/pais/escolas-portuguesas-vao-ter-mais-leite-fruta-e-verduras-no-proximo-ano-letivo_n1018265