Lançamento do #bebamaisleitesolidário no Dia Mundial do Leite

Iniciativa leva doação de leite, atenção e amor a instituições sociais. Primeira ação foi realizada na CAPE - Casa de Acolhida Padre Eustáquio, em Belo Horizonte/MG

 

interna site.jpg (1.17 MB)
1ª edição do #bebamaisleitesolidário fez a doação de mais de 370 litros de leite à Casa de Acolhida Padre Eustáquio, em Belo Horizonte/MG

 

Um projeto que há muitos anos vem sendo idealizado foi retirado do papel oficialmente em uma data bastante especial: dia 1º de junho, Dia Mundial do Leite. A 1ª edição do #bebamaisleitesolidário foi realizada na CAPE - Casa de Acolhida Padre Eustáquio, em Belo Horizonte/MG, instituição que atende mais de 300 famílias de crianças com câncer e com outras doenças não infecciosas. A iniciativa nasceu com o objetivo de cuidar do corpo e da alma de quem mais precisa, a partir da doação de leite e de um pouquinho do nosso tempo. Nesta ação, foram doados 372 litros de leite das marcas Piracanjuba, Itambé, Camponesa, Verde Campo, Ninho e Porto Alegre.

Para Flávia Fontes, idealizadora do #bebamaisleite, a escolha da data do lançamento do projeto é emblemática e visa conscientizar a sociedade civil sobre a necessidade de ajudar o próximo. “Queremos levar nosso amor e alegria para essas crianças e famílias num momento tão difícil como o que estão vivendo agora e estimular que outras pessoas e indústria lácteas se juntem a nós nessa causa”, destacou.

Atualmente, toda a renda dos ingressos dos eventos do #bebamaisleite é revertida para a compra de leite, que é doado a instituições de caridade. A partir de agora, além da doação, o projeto ganha proporção mais ampla e se torna permanente. A equipe do #bebamaisleite passa a promover ações sociais, levando amor e alegria para os que precisam. Além disso, todos os produtos e serviços com a marca #bebamaisleite terão parte da receita direcionada para a compra de leite e derivados.

“Estamos muito gratos de receber aqui hoje o #bebamaisleitesolidário, que é uma campanha que vai nos ajudar muito porque o leite é um produto que tem uso diário e é super essencial para nossas crianças”, Mônica Sales, superintendente da CAPE.

A CAPE é 100% mantida por doações e por isso a ajuda é fundamental. Para que a Casa continue oferecendo acolhimento gratuito às famílias, ela conta com doações de diversos parceiros. “Se esse espaço acabar um dia não sei o que será de nós”, relata Marcília Silva, mãe da Kimberly, de 4 anos. 

Esse é o mesmo sentimento de Adelaine Silva, avó de João Lucas, acolhido há 1 ano na CAPE. “Tudo o que a gente precisa eles nos dão. Aqui nossas crianças têm brincadeira, artesanato e escola”. A família veio da cidade Itaúna/MG e recebe alimentação, moradia e tem à disposição oficinas de artesanato, atendimento psicológico, entre diversas outras atividades.  “Isso ajuda muito no tratamento”, completa Adelaine. “É muito bom a gente poder tirar uma parte do nosso dia para se dedicar a um projeto social”, conta Julian Couto, integrante da equipe #bebamaisleite.

 

Confira abaixo o vídeo de lançamento do #bebamaisleitesolidário!