Selo #bebamaisleite Bem-Estar Animal

selo_certificacao_circulobranco.png (71 KB)

O Programa de Certificação em Bem-Estar Animal do #bebamaisleite foi criado com o objetivo de assegurar que o leite ou derivados que estampa este selo em suas embalagens é proveniente de fazendas nas quais: 

Os funcionários trabalham em um ambiente psicologicamente saudável.

Não é permitido todo e qualquer tipo de maus tratos e/ou sofrimento desnecessário aos animais.

Os animais recebem uma nutrição especialmente formulada para cada estágio de suas vidas e são mantidos em ambientes confortáveis e seguros. 

Existe um programa robusto de prevenção de doenças, elaborado e acompanhado por Médico Veterinário, visando o uso racional de medicamentos, especialmente antibióticos, nas explorações leiteiras.

Este programa, desenhado pelo #bebamaisleite e pela QCONZ América Latina, foi baseado nas regras da Organização Mundial de Saúde, bem como nas pesquisas desenvolvidas por Universidades e Instituições brasileiras e internacionais, adaptadas para a realidade da pecuária leiteira do Brasil. As auditorias são feitas pela QCONZ América Latina Consultoria e Treinamento Ltda, braço operacional da QCONZ – Quality Consultants of New Zealand Ltd., empresa neozelandesa que atua há 16 anos desenvolvendo sistemas de qualidade para setor primário e prestando serviços de auditoria, consultoria e treinamento. Líder de mercado na Nova Zelândia, a empresa é referência em excelência para os órgãos públicos e indústrias daquele país.

Os programas de certificação de qualidade do #bebamaisleite são INDEPENDENTES e de adesão VOLUNTÁRIA. O Programa utiliza a Certificação de Terceira Parte, que tem como objetivo verificar se um determinado sistema de gerenciamento ou procedimento foi estabelecido, está documentado, implementado e mantido de acordo com normas e escopos específicos. A Certificação de Terceira Parte serve para fins de garantia para propósitos legais, regulamentares e similares. O programa é independente porque o #bebamaisleite é o mentor técnico e proprietário do selo, não somos uma certificadora. A certificação é concedida ou não por um terceiro, uma empresa certificadora (terceira parte), que tem completa AUTONOMIA para aprovar, ou não, a fazenda ou indústria. É importante lembrar que obter certificações independentes como os nossos selos é uma opção da organização, ou seja, as fazendas e laticínios são quem decidem aderir ao programa, por livre e espontânea vontade. É uma decisão estratégica para fidelizar e conquistar clientes e agregar valor aos seus produtos.